13 de setembro de 2011

Ana Comemora seu Aniversário com Amigos

Posted in
Para quem gosta e faz MPB, a bela casa de Ana Carolina, no Jardim Botânico, é parada obrigatória. Ainda mais quando a dona do pedaço abre os salões para comemorar aniversário, como na virada de quinta para sexta-feira, reunindo uma tchurma eclética e animadíssima. 


Da rua dava pra escutar o som que rolava. Mas os vizinhos, entre eles Luma de Oliveira, não reclamaram. Afinal, quem vai ousar chiar por ouvir, além da anfitriã, Arlindinho Cruz (e toda sua banda), com canjas de Alessandra Maestrini e Preta Gil? Assim que chegou, Pretinha atacou de ‘Sinais de Fogo’, música de Ana que fez sucesso na voz dela. “Essa mulher me deu duas músicas e me deixou rica”, brincou a filha de Gil. Entre uma atração e outra, o DJ entrava em ação pra não deixar a pista vazia. E às 2h30 veio o ‘Parabéns’, puxado por Preta com o coro “aha, uhu, ô Ana eu vou comer seu bolo...”. Pensa que acabou? Imagina, a noite estava só começando!


Por lá viam-se Maitê Proença, Lulu Santos, Thaís Gulin, sem o namorado Chico Buarque. Já Maria Paula foi sozinha e a coluna quis saber como anda o namoro com o ator Bruno Garcia. “Não sei dele”, desconversou. Ontem à noite, a bela chegou acompanhada pelo guapo Cristian Rosen ao Prêmio Contigo! de Cinema. Ao ser perguntada sobre o possível término com Garcia, soltou um sorriso e saiu de fininho. Minutos depois, Bruno chegou ao mesmo prêmio e não quis falar de Maria Paula. “Vim aqui falar de cinema”. Abapha!
Voltando à festa, Maria Gadú estava rodeada de amigas usando o seu indefectível chapéu de ‘malandro’. O povo seguiu dando ‘canjas’ enquanto Ana arrasava no pandeiro e acompanhava Edu Krieger, outro que fez bonito. Elisa Lucinda também teve a sua vez, com uma taça de vinho na mão, microfone na outra e mandando ver na performance. Detalhe, sem derrubar uma gota. 



Foto: Dani Barbi e Lu Toshikawa


Dois seguranças ‘de respeito’ verificavam o nome dos convidados na lista e permitiam — ou não — a subida no elevador. Sim, ela tem um privativo. No desembarque, uma parede repleta de quadros dos DVDs e CDs de ouro, platina e fotos da aniversariante. A sala de estar é uma espécie de palco permanente para casa de shows nenhuma botar defeito: equipadíssima com vários instrumentos, caixas de som e microfones. A varanda, ao pé do Cristo Redentor, era um dos lugares mais disputados e teve gente que nunca viu a casa tão cheia — ela sempre chama os amigos para fazer um som, mas dessa vez a lotação foi máxima. 

Na virada da noite, uma surpresinha dos amigos mais íntimos: a transformista Samara Rios dublando Ivete Sangalo. Foi formado um círculo em volta da ‘Veveta fake’ que usava a réplica de um dos figurinos do show da baiana no Madison Square Garden, em Nova York. Quando terminou o número, a drag começou a fazer piadas. “Quando eu recebi o convite pra fazer essa festa pensei que fosse trote. Já me ligaram a cobrar e eu fiquei louca e perguntei o nome da aniversariante. Ana Carolina? Desliguei na hora. Pela insistência percebi que era verdade. Disse que faria o show até de graça, mas como o boleto da C&A está atrasado vou cobrar R$ 750”, brincou Samara, personagem de Rogério Ventura. “Por favor Ana, venha até o palco. Sou sua fã e tenho todos os seus CDs comprados lá nos camelôs da Rua da Alfândega. Por R$ 15 a gente compra toda sua coletânea”, dizia a Ivete genérica, para gargalhadas gerais. Nesse momento Ana não conseguia falar nada, só rir. Depois disso, enquanto Samara tirava sarro da mulherada, colocando algumas na berlinda, Ana filmava tudo para posteridade.
A cantora estava feliz da vida, com motivos de sobra para comemorar: fez sua primeira apresentação em Buenos Aires e foi ovacionada pelos argentinos; gravou, no fim de semana retrasado, o DVD ‘Ensaio de Cores’ — o projeto teria inicialmente quatro apresentações, mas já está há dois anos na estrada e foi registrado por José Henrique Fonseca; como se não bastasse, a música ‘Problemas’ está na trilha da novela ‘Fina Estampa’ e é uma das mais tocadas nas rádios atualmente. 
E a festa, acompanhada com exclusividade pela coluna, foi até de manhã. Ana só conseguiu ir pra cama às seis, e na noite de sexta-feira teve fôlego para receber novamente alguns amigos para um get together, dessa vez menos agitado. É dura a vida da bailarina. Beijo, me liga, até amanhã.

Fonte: Portal Terra

“Eu respeito muito a música e ela me dá isso de volta...”- Ana Carolina