11 de dezembro de 2011

Em novo álbum ao vivo, a cantora cria clima misturando suas pinturas à música

Posted in

Para conferir mais delicadeza às canções, Ana Carolina reuniu quatro mulheres
Confira
Ensaio de Cores - Ao Vivo

Ana Carolina. Sony/BMG, 15 faixas, a partir de R$ 19,90



 Em 2010, Ana Carolina estreou nos palcos o projeto Ensaio de Cores. A ideia era misturar sua música com as pinturas que vinha realizando à época. Ela recrutou a pianista Délia FIscher, a violoncelista Gretel Paganini e a percussionista Lanlan para acompanhá-la na empreitada. Durante os shows, suas telas eram exibidas para o público que adentrava aquele mundo de cores.

O projeto duraria apenas quatro shows, mas o sucesso foi tamanho que a cantora e compositora fez dele uma turnê e resolveu registrá-lo em CD (já nas lojas), DVD e Blu-Ray (que serão lançados em 2012).


"Somos quatro mulheres no palco, o que naturalmente traz mais delicadeza à sonoridade", explicou Ana Carolina em entrevista ao C2. A cantora ressaltou que quis fazer um disco ao vivo diferente, na contramão das grandes produções que vinha fazendo.
"O disco ao vivo tem o calor e a emoção do público. O show foi produzido para um formato menor, mais intimista e despretensioso. Passei anos viajando com grandes estruturas e banda. Quis mudar", afirmou.
O repertório do show é variado. Há canções de autoria de Ana Carolina e outras de Djavan, Caetano Veloso, Lenine, entre outros. "Escolhi músicas que apresentassem o conceito do show. Aproveitei para cantar algumas que sempre tive vontade, como "Todas Elas Juntas Num Só Ser", do Lenine, que ficou ótima na nossa versão", disse.
Há também alguns sucessos da carreira da cantora como "Problemas", atualmente na trilha sonora da novela "Fina Estampa", da Globo, e "Você Não Sabe", de Antônio Villeroy, seu parceiro habitual.
Ana Carolina fez questão de afirmar que o show e suas pinturas estão fortemente conectadas. Ela afirmou ter começado a pintar para ouvir música com calma. Hoje, no entanto, Ana escuta música para pintar. "As duas artes ocupam espaços complementares na minha criação", garantiu.


Encarte


Essa sinergia fica clara para quem presencia o show e confere, de perto, toda produção que o cerca. O grande desafio, de acordo com Ana Carolina, era transmitir esse conceito ao ouvinte do disco. Para isso, o grosso encarte está recheado com as obras da pintora Ana Carolina, o que confere um tom ainda mais pessoal ao novo trabalho.
A maior surpresa do disco, segundo a cantora, é um medley feito para provocar o público. "Misturei Chico Cesar, Tom Zé e Leandro e Leonardo num medley que o público se surpreende."
Musicalmente, o resultado é interessante e foge dos formatos tradicionais. As músicas são quase acústicas, com destaque para o samba "Pra Tomar Três" e para os sucessos cantados em parceria com o público.
O único problema é que, no CD, boa parte do conceito do show se perde, o que não desmerece disco, mas o torna apenas mais um bom álbum ao vivo. O DVD provavelmente vai preencher essa lacuna.



Fonte: Gazeta OnLine

“Eu respeito muito a música e ela me dá isso de volta...”- Ana Carolina